Julgamento no STF

A ação direta de inconstitucionalidade 2404, proposta pelo PTB e defendida pelas empresas de TV, contesta o Estatuto da Criança e do Adolescente, e afirma que as emissoras não podem ser punidas se optarem por desrespeitar o horário determinado na classificação indicativa. Em outras palavras, elas defendem que programas com fortes cenas de sexo, violência e drogas, por exemplo, possam ser exibidos a qualquer hora do dia sem possibilidade de punição por isso.

O julgamento foi iniciado no dia 30 de novembro de 2011. O relator, José Dias Toffoli, concordou com a tese apresentada e votou pela derrubada da possibilidade de punição das emissoras. Outros três ministros seguiram sua linha, até que o julgamento foi interrompido por um pedido de vistas do ministro Joaquim Barbosa.

Ainda não há data definida para o seguimento do julgamento.

Entenda melhor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*